Pages

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

O blog de moda e as meninas da sua faculdade


Acho que foi no ano passado, antes do Pink Lolita, que eu percebi que as ruas estavam mais bonitas, as mulheres mais arrumadas, e de repente, até aquela amiga sua que sempre foi basicona, resolveu aparecer toda trendy na balada. Foi um choque, uma surpresa boa... as pessoas estavam mais estilosas, assim, do nada. Eu ainda não era leitora da Carla Lemos, nunca tinha ouvido falar em Um ano sem Zara e não fazia ideia de como a blogosfera era gigante, minha fonte de moda diária vinha do Petiscos, do Moda Spot e de portais do gênero.

Alguns meses passaram e logo descobri que a inspiração dessas pessoas estilosas na rua eram os blogues de moda. É uma afirmação leviana que expõe nada mais do que a minha opinião. Aí vai a teoria da Nath: os blogues de moda tornaram as ruas da cidade mais bonitas. As mulheres estão mais vaidosas, mais maquiadas, mais interadas sobre tendências. 

É um fenômeno muito interessante, considerando que antes disso, as revistas femininas e os portais de moda e beleza que já estavam aí não influenciaram a mulherada nessa intensidade. Será pelo fato de sermos leigas e passarmos nossa opinião de mulher do mundo real, consumidoras e vítimas de aflições comuns? Talvez quem tenha em mãos a fórmula do sucesso seja a nossa estimada Alice Ferraz, mas que esse meio tornou-se um sucesso, especialmente em território nacional, é fato, vide F Hits e a revista Glamour que traz a fórmula dos blogues para a mídia impressa.

No entanto, toda via tem mão dupla. Os blogues talvez sejam os responsáveis por aflorar seu estilo pessoal e bom gosto, mas o efeito contrário também acontece. Essa história de lançar tendências, criar desejo e estimular o consumismo também fez surgir uma legião de meninas uniformizadas, e aqui eu falo por experiência própria. Dentro dos corredores da minha faculdade, na semana passada, foi a febre da calça verde. Juro que me preocupei quando vi cinco meninas no mesmo andar usando calças da mesma cor. Essa semana eu aposto que elas estarão abusando do amarelo. 


"Já parou pra pensar que a moda pode ser futilidade quando somos escravos dela, mas pode ser arte quando usamos ela como forma de expressão?" (Achei o tema mais que adequado para roubar uma aspas da Cris Guerra). Ver pessoas uniformizadas na rua não só me encomoda, como me preocupa. Mas jogar a culpa nas blogueiras de moda, eu deixo pra Blogueira Shame. O texto, eu solto na nuvem como uma reflexão pessoal para você leitora interpretar da forma que achar melhor.

10 Alices comentaram:

Mery - Coqueluxos disse...

Nathalia, amei o texto, bom pra pensarmos mesmo!!! Bjokas

Maria Júlia Martins disse...

Adorei a reflexão! Concordo totalmente.
Maria Júlia,
www.ladiesandcoffee.blogspot.com

Emily Ulrich disse...

It's true, the blogosphere is this incredibly fast-paced, dynamique scene. It's a beautiful thing, how accessible taste and style can be to people all over the world.

Buh disse...

Flor esse é o grande intuito das grandes redes de blogueiras, gerar consumismo desenfreado e altas escravas da moda, que mesmo sem ter como acompanhar o ritmo das tendências gasta tudo que não tem para usar a roupa it do momento. Por isso digo que a minha moda é usar o que gosto antenada nas tendências mas não escrava delas, mesmo pq elas vão e voltam no tempo. Posso usar o mesmo casaco durante anos.. bjs

Juliana disse...

Ótima reflexão, realmente existem os dois lados da moeda. Hoje em dia é tudo muito rápido e alguma tendências vão embora com a mesma velocidade com que chegam por isso importante saber filtrar as tendências e usar algo com que vc realmente se identifique.
Bjos
www.deliriofashionista.blogspot.com

Rafaela disse...

Eu acho que o mais difícil de se conseguir é adaptar o seu guarda roupa e as tendências ao seu estilo, ter peças da moda é fácil, difícil é ter estilo e se manter fiel a ele.
Eu adoro blogs de moda e acho que eles realmente trouxeram as roupas das revistas para o mundo real o que inspira muito mais as mulheres comuns e as consumidoras de fato da moda.
Uma ótima quinta-feira!
Bjus
Rafaelando

Thaís Araújo disse...

Concordo com o que você escreveu. Bom para pensarmos...
Bjs, Thá.
http://consumisse.blogspot.com
@thaharaujo

Gih disse...

o texto está ótimo, só não acho que a Alice seja lá um bom exemplo como fórmula de sucesso, tem sim um time de boas blogueiras que agora postam todas as mesma coisa, tendam enganar o leitor a comprar produtos em forma de dica de amiga. mas o principal ai é a criadora que sempre desliza em algum ponto, seja no 46 não entra, no colorama é podrinho, entre tantos pontos obscuros que nós não ficamos sabendo. mas as próprias marcas parcerias já falaram sem querer nos twitters da vida

Iza disse...

Adorei seu texto.. realmente as mulheres estão se vestindo melhor, aparecem mais maquiadas, não estão tão basicona. É mas seilá, devemos tomar cuidado, nós blogueiros ao não lançar modinhas, senão todos vão andar igual... que nem você citou no texto. Beijos!!

Bruna disse...

Acho que o problema está em todas... Logo farei um post sobre o assunto!
Beeijo

http://besidesthebasic.com